Práticas ESG: o que são e qual a sua relação com o RH e carreira?

Você sabe o que são as práticas ESG? A sigla significa Environmental, Social and Governance e, se traduz, como a preocupação com questões ambientais, sociais e de governança corporativa.

O termo está sendo amplamente discutido nas organizações por se aliar ao novo perfil do consumidor, um público cada vez mais atento à responsabilidade e comprometimento das marcas em todos os seus processos.

Pensando nisso, no texto de hoje do blog da Neotalk, vamos conhecer um pouco mais sobre o conceito ESG e os principais impactos que ele traz para a gestão de pessoas.

Para tornar a sua leitura mais dinâmica, dividimos o texto nos seguintes pontos:

  • O que são as práticas ESG?
  • Por que as práticas ESG estão em destaque?
  • As práticas de ESG e a sua relação com o RH
  • Conte com a Neotalk e tenha um grande diferencial ESG na sua organização

O que são práticas ESG?

A princípio, a sigla ESG representa a abreviação, em inglês, para environmental, social and governance.

Traduzindo, o conceito estimula as boas práticas relacionadas ao meio ambiente, sociedade e governança.

O termo é usado para descrever a capacidade de uma organização em reduzir os impactos ambientais, retornar ações para a sociedade, além de desenvolver um ambiente de trabalho saudável para os clientes internos.

Ao mesmo tempo, as práticas ESG colocam um forte holofote sobre as negociações, parcerias e relações com fornecedores.

Conforme destaca Marcio Quintino, convidado do nosso Webinar, “a sigla ESG vem como uma evolução da relação de sustentabilidade das empresas, que tinha foco no meio ambiente e na sociedade, acrescida da governança. Ou seja, uma preocupação com o bem-estar e satisfação da sua equipe interna e que impacta na visão externa, afinal, todas as empresas querem ser reconhecidas pela sua diferença positiva na sociedade e pela forma ética como opera.”

Uma vez que a organização esteja por dentro de ações relacionadas ao ambiente, social e governança, é preciso cobrar essa participação dos atuais fornecedores e identificar se essa é uma premissa para os futuros negócios.

Nesse sentido, listamos abaixo o significado de cada letra da sigla e as práticas envolvidas:

Environmental

Em suma, a letra E da sigla está relacionada à gestão do meio ambiente e sustentabilidade de uma empresa.

Assim, dentro dessa letra, se concentram as preocupações com:

  • resíduos e poluição;
  • esgotamento de recursos;
  • emissões de gases de efeito estufa;
  • desmatamento e queimadas;
  • mudanças climáticas.

Social

Em seguida, a letra S é sobre a relação com a sociedade!

Aqui, estão as ações e boas práticas com as pessoas que fazem parte da empresa, bem como a comunidade do entorno e consumidores.

Só para exemplificar, um ambiente de trabalho seguro e que promove o bem-estar dos seus colaboradores estão inclusos dentro desse pilar.

Outros exemplos que tem ganhado destaque principalmente para o setor de RH e que fazem parte do social de uma organização são:

  • Diversidade;
  • Política de benefícios;
  • Programas de desenvolvimento;
  • Modalidades de trabalho;
  • Projetos sociais.

Além disso, seguir a LGPD, respeitar a legislação trabalhista vigente e o código de defesa do consumidor, além de ser obrigatório para as empresas, é um ponto fundamental nas melhores práticas ESG.

Governance

Por último, mas não menos importante, os fatores de governança analisam as políticas corporativas e como uma empresa é administrada.

Dessa forma, a letra G se concentra nas diretrizes, normas e processos que guiam todas as relações da organização.

De uma forma geral, as empresas que oferecem transparência em todos os seus pontos de contato tem uma imagem mais forte e, consequentemente, rentável.

A última letra também está muito relacionada à atuação e participação dos sócios, dos conselhos administrativos e das principais lideranças.

Isso porque, além da estrutura e representatividade dos conselhos de administração, a remuneração e a supervisão dos CEOs e principais executivos são outros elementos da governança.

Por que as práticas ESG estão em destaque?

As melhores práticas ESG

Apesar de ter ganhado destaque nos últimos anos, a sigla ESG surgiu oficialmente em 2005, em uma publicação do pacto global da ONU em parceria com o Banco Mundial, chamada de Who Cares Wins – ou, em português, “ganha quem se importa”.

Assim, a iniciativa reuniu grandes instituições financeiras de diversos países sobre como integrar fatores sociais, ambientais e de governança no mercado empresarial.

Com isso, as práticas de ESG passaram a ser consideradas ao tomar decisões sobre investimentos e aquisições das empresas.

Além disso, outro fator importante está na relação de produtos e serviços com a Geração Z.

Segundo a pesquisa “Truth About Generation Z”, realizada pela McCann e que ouviu 2.500 jovens em 26 países, 69% dos entrevistados afirmam estar dispostos a pagar mais a uma marca quando ela tem valores alinhados aos seus. Enquanto no Brasil, essa porcentagem aumenta para 71%.

Nesse contexto, o convidado do nosso webinar sobre as práticas ESG destaca a importância de investir e divulgar o trabalho realizado:

“Apesar de ainda não termos um índice de mensuração das práticas ESG de uma empresa, nós temos a cobrança da sociedade, do mercado, de acionistas e fornecedores. Por isso, a empresa precisa consolidar isso através de ações e campanhas para apresentar ao seu público e reforçar o valor sustentável para a sociedade e outras empresas.”

Como resultado, os negócios que seguem boas práticas ESG são mais estáveis e têm mais lucratividade, uma vez que estão em sintonia com a mentalidade dos novos consumidores.

Nesse sentido, o ESG ganha muito destaque na hora de atrair investimentos para a sua organização, como citamos anteriormente.

As práticas de ESG e a sua relação com o RH

Em suma, as práticas ESG dizem respeito a como uma empresa se envolve com sua força de trabalho, que incorpora a inclusão e diversidade, além de questões de remuneração e bem-estar.

Ou seja, cada letra da sigla está estritamente relacionada ao papel de um RH estratégico dentro das organizações.

Em outras palavras, a função da gestão de pessoas vai além das tarefas diárias e torna-se mais tática, de acordo com os objetivos da organização.

Só para exemplificar, a pandemia colocou um foco na letra ‘S’, uma vez que o cenário inédito causou um grande impacto nas pessoas e nas relações empregatícias.

Dessa forma, questões sobre flexibilidade de trabalho em casa, saúde mental e envolvimento dos funcionários, pautas geralmente associadas a agenda de RH, ganharam mais espaço junto à diretoria e lideranças.

Durante a live, Marcio é instigado a responder qual deve ser o nível de participação das gestão de pessoas dentro das práticas ESG e brinca: “Pelo menos 50% de todas as ações de ESG nas organizações são voltadas para a relação com os pessoas, portanto a integração e participação dos times de RH deve ser de 101%!”

Ao mesmo tempo, elas abrem o espaço para uma cultura inovadora, participativa e de crescimento sustentável, ou seja, onde o cuidado com o bem-estar das pessoas e futuro da sociedade fazem parte da evolução e da história de uma organização.

Como no caso do RH, muitas equipes estão sobrecarregadas de tarefas operacionais e repetitivas, o que influencia no bem-estar, produtividade e no alcance dos melhores resultados.

Assim, chatbots, inteligências artificiais, softwares e outras tecnologias chegaram ao mercado para agregar mais valor às organizações, principalmente, sob as lentes das práticas ESG.

Conte com a Neotalk e tenha um grande diferencial ESG na sua organização

Enquanto as novas tecnologias assumem as tarefas consideradas operacionais, as equipes têm tempo e liberdade para definir processos e ações estratégicas para aprimorar as melhores práticas ESG da organização.

Pensando nisso, criamos uma ajuda techumanizada para apoiar o setor de RH nas tarefas do dia a dia e desenvolver uma experiência única para os clientes internos e uma imagem inovadora e forte para os clientes externos.

Com a
Neotalk, você conta com o apoio da Nina, uma assistente virtual inteligente para integrar as informações em um único lugar e ainda te ajudar a dividir os principais dados com o colaborador quando e onde ele estiver.

Além disso, a nossa equipe conta com especialistas em chatbot para RH, inteligência artificial e até linguística, que irão garantir o melhor desempenho e eficiência de uma assistente com o tom de voz, cultura e o jeito de agir e pensar de sua empresa.

Agende um bate papo com a nossa equipe e comece a jornada de transformação do seu RH!

Continue descobrindo as práticas ESG em nosso webinar!

Por fim, te convido a participar da live realizada em nosso Canal do YouTube sobre as práticas ESG.

O nosso Founder e Sócio, Ricardo Fonseca, teve a honra de receber Marcio Quintino – Executivo Sênior de Sustentabilidade na Signify – para trocar experiências e conhecimento sobre a integração das práticas ESG no dia a dia de uma organização.

Vem conhecer o futuro do mercado de trabalho com a gente!
Compartilhe
LOGOTIPO-BRANCO

A nova versão do seu RH

Entre em Contato

Copyright © 2020 NEOTALK. Todos os direitos reservados.