10 indicadores de RH que você precisa conhecer e usar

A análise dos indicadores de RH é uma etapa fundamental para definir os objetivos e medir o progresso do setor nas organizações.

À medida que os departamentos de recursos humanos automatizam tarefas administrativas mais tediosas, eles são cada vez mais capazes de assumir uma função mais estratégica na empresa.

Dessa forma, os indicadores – também conhecidos como KPIs – ajudam as lideranças e time de gestão de pessoas a alavancar os dados existentes, extrair percepções valiosas e criar um plano de ação.

Assim sendo, no texto de hoje do blog da Neotalk, listamos 10 indicadores para você conhecer e implantar na estratégia da sua organização.

Conheça 10 indicadores de RH que você precisa começar a usar hoje mesmo

Absenteísmo

A taxa de absenteísmo é obtida ao medir a ausência dos colaboradores devido a atrasos, licenças médicas e faltas justificadas ou não justificadas.

Assim, o indicador ajuda a mensurar o engajamento do funcionário em seu trabalho e, consequentemente, o seu nível de satisfação com a empresa.

Afinal, um colaborador insatisfeito buscará formas de se manter afastado da sua atividade, seja por meio de atestados, ausências sem justificativas e atrasos no dia a dia.

No entanto, não podemos levar isso como uma regra. Talvez um membro da sua equipe esteja passando por um problema pessoal e, por isso, precise se ausentar da empresa com mais frequência.

Todavia, é importante observar essa métrica e criar ações para reduzi-la, pois ela inevitavelmente impacta no bem-estar das pessoas e nos resultados da organização.

Índices de treinamento

Em seguida, os indicadores referentes ao treinamento dos funcionários auxiliam na atuação de um RH mais estratégico.

Uma vez que os treinamentos são uma forma de aumentar a produtividade e o desempenho da equipe, mensurar os custos e a taxa de participação direcionam o RH para trazer um melhor desenvolvimento profissional.

Além disso, o incentivo a este tipo de atividade faz com que os colaboradores sintam mais cuidado por parte da empresa.

Horas extras

As horas extras são um indicador extremamente interessante, pois podem revelar informações importantes quando organizadas em diferentes contextos.

Só para exemplificar, um aumento repentino pode resultar de um pico temporário na demanda, maior comprometimento do funcionário ou gerenciamento ineficiente de processos.

Além de uma informação relevante para entender a produtividade do colaborador, o KPI também indica possíveis problemas de motivação e satisfação com a empresa.

Indicadores de RH e produtividade do funcionário

Produtividade do funcionário

Em suma, este indicador analisa a quantidade de trabalho de um colaborador em relação ao tempo que ele leva para finalizá-la. Em outras palavras, mensura a eficiência do seu time.

No entanto, para compreender a real produtividade dos funcionários, o RH precisa considerar todos os fatores indiretos sobre a produção da equipe.

Ou seja, é necessário que a equipe de gestão de pessoas considere os tempos de pausa para almoço e café, os intervalos para tomar uma água e até as reuniões que o colaborador participou.

Apesar de parecer apenas alguns minutos do dia, ao somarmos esse tempo dentro de um mês, com certeza teremos um valor considerável sob a produção dos colaboradores.

Só para exemplificar, em uma análise de FTE (full time equivalent), um índice de produtividade de 85% é considerado saudável e produtivo.

Rotatividade ou turn over

Outro indicador de RH importante é a taxa de rotatividade de funcionários. De maneira geral, a métrica busca saber o tempo que um funcionário permanece na organização.

Assim, quanto maior o período em que um colaborador atua na sua empresa, menor o índice de rotatividade. Ao mesmo tempo, maior será o retorno sobre a contratação.

De acordo com uma estimativa realizada pelo advogado trabalhista Dr. Pablo Mourente, publicada em 2018 no Portal Jota, contratar um funcionário no país custa em média 73,33% a mais do que o salário bruto pago.

Além disso, uma alta rotatividade indica problemas organizacionais como uma seleção desalinhada, processos mal definidos ou até falta de treinamentos sobre comunicação e liderança.

Satisfação dos colaboradores

Um dos indicadores de RH que tem uma estreita relação com o setor é a satisfação do funcionário, principalmente, no que diz respeito à retenção dos talentos.

Em princípio, uma equipe satisfeita tem orgulho em vestir a camisa da empresa, o que gera um bom clima organizacional e uma imagem externa positiva.

Dessa forma, as empresas podem medir a satisfação do talento por meio de pesquisas aplicadas entre os funcionários.

Contudo, elas devem ser realizadas regularmente para garantir que todas as necessidades dos funcionários estão sendo atendidas.

Indicadores de Recrutamento e Seleção

O recrutamento e seleção é uma das atividades mais reconhecidas no trabalho da gestão de pessoas nas empresas.

Além da função operacional de realizar as entrevistas e selecionar currículos, é importante acompanhar os KPIs para definir as melhores estratégias de atração e retenção dos talentos em todos os setores da empresa.

Nesse sentido, alguns indicadores de RH ajudam a visualizar a eficácia dos processos seletivos:

  • Taxa de conversão de recrutamento: encontre o melhor método de recrutamento;
  • Tempo para preencher: monitore quanto tempo você precisa para encontrar um novo funcionário;
  • Taxa de dispensa: descubra se você está recrutando os funcionários certos;
  • Taxa de abandono: identifique se os esforços na seleção estão alinhados com a expectativa do candidato.

Proporção de homens e mulheres nos cargos

Ao passo que a inclusão e diversidade são temas cada vez mais discutidos nas empresas, essa métrica de RH ainda é um tabu em tantas outras.

Afinal, o resultado da proporção de mulheres para homens, especialmente em cargos de liderança, tem muito a dizer sobre uma empresa.

Inclusive, o setor de RH é majoritariamente feminino. Segundo pesquisa do Mercadômetro, as mulheres representam cerca de 75,2% dos trabalhadores do setor.

Apesar disso, os salários das mulheres ainda são menores do que a remuneração dos homens de uma maneira geral.

Isso tem uma explicação histórica e social, mas à medida que nossas sociedades evoluem, é importante estar ciente e encorajar a diversidade nas organizações.

Ao contrário do que muitos acreditam, uma equipe diversa tem a percepção de diferentes pontos de vista e, portanto, uma grande força de mudança e inovação.

Acidentes de trabalho

Geralmente os dados de acidentes de trabalho são mais relevantes para o time de Saúde e Segurança no trabalho.

No entanto, esse KPI aplicado à realidade do RH auxilia na promoção de ambientes mais seguros e tranquilos para os colaboradores.

Da mesma forma, com os dados de acidentes e incidentes da organização em mãos, o time de RH em conjunto com a Segurança do Trabalho consegue definir treinamentos práticos para otimizar os processos e garantir a produtividade das equipes.

Índice de reclamações

Entre os indicadores de RH que citamos, o índice de reclamações é o único que demanda uma observação externa.

Isso porque, a gestão de pessoas da empresa precisa identificar possíveis problemas na relação dos membros com o público e, assim, definir treinamentos e ações de desenvolvimento do time.

Da mesma forma, é preciso avaliar as reclamações dos clientes internos, ou seja, a equipe, fornecedores, lideranças e até mesmo ex-funcionários. Conforme indicam pesquisas jurimétricas realizadas por meio de inteligência artificial, até novembro de 2020, 1.161.417 processos foram distribuídos perante a Justiça do Trabalho.

Assim sendo, atente-se ao número de reclamações trabalhistas recebidas pela empresa. Além de impactar na credibilidade, este indicador pode sinalizar um problema grave dentro da organização.

Conheça a Neotalk e tenha uma visão estratégica sobre os indicadores de RH

Em suma, os indicadores de RH fornecem dados preciosos para que o setor defina as melhores ações e alcance o sucesso da organização por meio de um excelente ambiente de trabalho e uma equipe satisfeita.

No entanto, para que essa seja a realidade de muitas empresas, é necessário a promoção de uma equipe de gestão de pessoas mais estratégica, ou seja, com foco em processos e ações que vão aprimorar a experiência dos clientes internos e externos a longo prazo.

Pensando nisso, criamos uma ajuda techumanizada para te apoiar nas tarefas e tornar a atuação do setor de RH mais dinâmica e com foco nas pessoas.

Com a Neotalk, você conta com o apoio da Nina, uma assistente especializada em gestão de pessoas e o uso de tecnologias digitais para tornar a atuação do RH menos operacional.

Além disso, a nossa equipe conta com especialistas em chatbot, inteligência artificial e até linguística, que irão garantir o melhor desempenho e eficiência de uma assistente com o tom de voz, cultura e o jeito de agir e pensar de sua empresa.

Agende um bate papo com a nossa equipe e comece a jornada de transformação do seu RH!

Compartilhe
LOGOTIPO-BRANCO

A nova versão do seu RH

Entre em Contato

Copyright © 2020 NEOTALK. Todos os direitos reservados.