Avaliação de desempenho: o que é, objetivos e principais tipos

A avaliação de desempenho é uma ferramenta utilizada pelo RH, para mensurar a performance e avaliar as competências técnicas e comportamentais dos colaboradores.

Com os resultados em mãos, a Gestão de Pessoas é capaz de traçar ações para otimizar os resultados da empresa e desenvolver as equipes por meio de treinamentos, promoções ou a opção do desligamento.

Você já realizou avaliação de desempenho em sua empresa? Então, está na hora de descobrir como esse processo pode mudar a realidade da sua empresa.

Hoje no texto do blog da Neotalk, vamos conhecer mais sobre a avaliação de desempenho por meio dos seguintes pontos:

  • O que é avaliação de desempenho?
  • Objetivo da avaliação de desempenho
  • Quais são os principais tipos de avaliação de desempenho?
  • Conheça a Neotalk, seu novo RH!

O que é avaliação de desempenho?

A avaliação de desempenho é uma análise regular e sistemática do trabalho de um colaborador, ou uma equipe, para mensurar a sua performance em relação às tarefas que executa e às metas e resultados esperados pela empresa.

Dessa forma, a ferramenta é utilizada para medir o valor agregado por um colaborador em termos de receita do negócio, como o retorno sobre o investimento (ROI) do funcionário.

No entanto, para o time de gestão de pessoas, a avaliação de performance representa uma oportunidade de melhorias estratégicas para toda a empresa .

De maneira geral, essa análise ajuda a identificar se o trabalhador está abaixo, acima ou atendendo às expectativas esperadas para a função.

Assim, é possível definir ações com base nas necessidades individuais e das equipes, como treinamentos, bonificações, aumento salarial, etc.

Além disso, os dados obtidos na análise de performance auxiliam na construção de feedbacks mais efetivos sobre o desenvolvimento do colaborador.

Nesse sentido, alguns tipos de avaliação de desempenho permitem que o funcionário avalie seus pares e gestores, o que contribui para que a empresa possa ter uma visão holística sobre os seus pontos fortes e pontos fracos.

Desse modo, é possível criar estratégias e implementar planos de ação para otimizar os processos e melhorar a vida dos profissionais no ambiente de trabalho.

Inclusive, esse é o principal objetivo dessa ferramenta para as empresas!

Objetivo da avaliação de desempenho

Como adiantamos ali em cima, o principal objetivo da avaliação de desempenho é identificar os pontos fortes e fracos de cada colaborador e trabalhar para a melhoria contínua da organização.

De maneira geral, os superiores imediatos estão sempre presentes analisando a performance, o comportamento e fit cultural do funcionário com a equipe e os valores da empresa.

No entanto, a falta desse retorno sobre o trabalho e o alinhamento com as expectativas da empresa podem criar uma insatisfação sobre o colaborador e, assim, prejudicar o desempenho.

Em empresas que o time de Pessoas é responsável por com um grande fluxo de atividades operacionais e não consegue pensar em estratégias de satisfação dos colaboradores, esse número tende a ser maior.

De acordo com um estudo realizado pela Universidade da Califórnia, um trabalhador feliz é, em média, 31% mais produtivo, três vezes mais criativo e vende 37% a mais em comparação com outros.

Inclusive, a sensação de pertencimento e felicidade no trabalho estão estritamente relacionadas ao engajamento e interesse com a equipe.

Por isso, à necessidade de aplicar a avaliação de desempenho de forma regular e sistemática. Pois assim, o RH consegue identificar discrepâncias ou carências da empresa e estabelecer meios e programas para reduzi-las ou eliminá-las.

Quais são os principais tipos de avaliação de desempenho?

Ao passo que um processo de avaliação de desempenho ajuda a destacar as habilidades, competências e promover o desenvolvimento dos colaboradores, com o tempo surgiram diversos modelos para a sua aplicação.

Dessa forma, é possível afirmar que não existe um modelo certo ou errado, mas sim aquele que melhor atende às necessidades das suas equipes e da sua organização.

Contudo, listamos aqui os 5 principais tipos de avaliação de desempenho:

Autoavaliação

A autoavaliação é um processo de análise que contribui muito para o crescimento pessoal e profissional do colaborador.

No entanto, para as organizações, essa etapa demanda um certo nível de maturidade dos colaboradores.

Essa avaliação de desempenho consiste na análise e monitoração do colaborador sobre à sua performance, eficiência e eficácia, com base em parâmetros fornecidos pelo seu superior ou derivados de suas tarefas.

Para ajudar na adesão da autoavaliação pelo time, peça a eles que definam suas próprias metas para o próximo mês ou trimestre.

Isso ajuda o RH e as lideranças a guiarem o desenvolvimento dos profissionais e identificarem os possíveis pontos de melhoria.

Avaliação 90 graus

A avaliação 90 graus é um dos métodos de acompanhamento de performance mais tradicionais nas empresas brasileiras. Entretanto, ele exige atenção principalmente por parte do gestor.

Neste método, quem avalia o desempenho do pessoal é o próprio gestor, com a assessoria do órgão de RH, que estabelece os meios e critérios para que as avaliações sejam realizadas.

Dessa forma, é essencial que favoritismos ou problemas de relacionamento com o colaborador não interfiram na avaliação.

Além disso, essa é uma boa oportunidade para a gestão de pessoas da empresa investir em treinamentos de competências dos seus líderes.

Avaliação 180 graus

Semelhantemente, a avaliação 180 graus pode ser entendida como um “acréscimo” da avaliação anterior.

Neste caso, os líderes avaliam aspectos de competência, comportamento e cultura dos seus subordinados. Em contrapartida, os colaboradores avaliam os mesmos indicadores sobre o seu líder.

Assim, o Recursos Humanos da empresa tem uma visão mais ampla sobre os pontos fortes e pontos de melhoria de todos os membros da organização.

Do mesmo modo, esse tipo de avaliação de desempenho exige um amadurecimento por boa parte dos funcionários.

Avaliação 360 graus

Sob o mesmo ponto de vista, a avaliação 360 graus é a mais abrangente entre os últimos modelos citados no texto.

Ela é feita de modo circular, ou seja, por todos os elementos que mantêm alguma interação com o avaliado. Inclusive, a autoavaliação faz parte deste método.

Dessa forma, a avaliação torna-se mais rica por produzir diferentes percepções sobre o colaborador, vindas dos mais diferentes pontos de vista. Sendo essa, a principal vantagem do feedback 360 graus em comparação aos outros métodos.

Afinal, o profissional tem a chance de se conhecer melhor ao comparar a sua percepção com a avaliação dos clientes internos e externos da empresa.

Além disso, com esses dados, a gestão de pessoas da empresa é capaz de produzir um plano de ação alinhado com os objetivos pessoais e profissionais do colaborador.

Avaliação por competência

A avaliação por competência vem ganhando destaque entre as empresas. Isso porque, muito além de mensurar os resultados do colaborador, ela se baseia nos conhecimentos, atitudes e habilidades dos membros da equipe.

Assim, este método avaliativo visa ampliar a capacidade dos colaboradores aprimorando os seus talentos e adicionando as habilidades exigidas pela organização.

Por meio dessa avaliação, é possível identificar as competências essenciais para a eficácia profissional e as lacunas de qualificação do colaborador para a execução de suas tarefas.

Além de identificar os pontos fortes dos funcionários, a avaliação por competência contribui para redução da taxa de rotatividade da empresa.

Uma vez que este processo otimiza as habilidades do colaborador, o setor de RH consegue transferir os colaboradores para os cargos que mais combinam com suas aptidões.

Conheça a Neotalk, seu novo RH!

Viu? A avaliação de desempenho tem um papel fundamental para as organizações que buscam a melhoria contínua e, consequentemente, prezam pelo bem-estar do colaborador.

Para isso, as empresas precisam contar com um time de RH mais estratégico, ou seja, focado na otimização de processos e subprocessos alinhados aos objetivos da empresa.

No entanto, essa não é a realidade que vivenciamos. Atualmente, o setor de gestão de pessoas tem sofrido com as altas demandas de processos burocráticos e operacionais.

Pensando nisso, criamos uma ajuda techumanizada para te apoiar nessas tarefas e tornar a atuação do setor de RH mais estratégico e com foco nas pessoas.

Com a Neotalk, você conta com o apoio da Nina, uma assistente especializada em gestão de pessoas com o tom de voz, cultura e o jeito de ser, agir e pensar de sua empresa.⠀

Agende um bate papo com a nossa equipe e comece a jornada de transformação do seu RH!

Compartilhe
LOGOTIPO-BRANCO

A nova versão do seu RH

Entre em Contato

Copyright © 2020 NEOTALK. Todos os direitos reservados.